Profissionais e usuários de unidades de saúde participam de atividade sobre o Setembro Amarelo em Aquidabã(SE)

24/09/2018 -18H43


               Na cidade de Aquidabã(SE), usuários e profissionais das equipes de saúde das unidades Marta Barreto II e Hilda Ferreira II participaram na terça-feira, 18, de uma atividade em alusão ao Setembro Amarelo. O evento fez parte da “III Campanha de Valorização da Vida”, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde ao longo do mês, com o objetivo de levar à população aquidabãense informações sobre prevenção ao suicídio.

               Durante o encontro, a psicóloga Aracelis Antunes Carvalho (CRP 19/1985), ministrou a palestra “Prevenção ao suicídio: quebrando preconceitos com o tratamento em saúde mental” e promoveu um diálogo sobre ideação suicida e prevenção, momento em que os presentes puderam colaborar com  vivências pessoais.

               Um atividade lúdica com o tema “Desatando os Nós”, buscou sensibilizar os participantes demonstrando como se sente uma pessoa com transtorno de humor (depressão) e quais os meios possíveis de auxiliá-la. A facilitadora, Ediane Michelle, explicou como é possível identificar alguém que corre risco de suicídio e, durante a reunião, contou com a participação de agentes comunitários de saúde, enfermeiros e outros profissionais que enfatizaram a importância da Campanha, no tocante ao reconhecimento dos sinais de alerta e rede de apoio. Em seguida, foram apresentados os equipamentos e serviços de saúde oferecidos pelo município a fim de estimular a população a acessá-los,, sempre que necessário, para que seja realizada a orientação e o tratamento em saúde mental mais adequado e específico a cada caso.

               Ao final do evento, foi apresentado o vídeo Recomece do cordelista Bráulio Bessa convocando todos foram convidados para uma reflexão sobre o Valor da Vida. Cada participante leu uma estrofe do Cordel e a dinâmica dos nós foi finalizada com um grande abraço, representando um laço que envolveu a todos, em um clima de cooperatividade, empatia e acolhimento.