Conselhos Regionais de Psicologia formalizam criação da Rede CREPOP

int.PNG

Em um momento simbólico para o Sistema Conselhos de Psicologia, representantes de Conselhos Regionais (CRPs) de todo o país assinaram na quinta-feira (15) documento de criação da Rede CREPOP – Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas.

A solenidade compôs a programação do XI Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas: Amazônia como espaço de conexões territoriais e a produção de vida nas diversidades, realizado no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em São Luís, com um público de mais de 300 participantes.

Na ocasião, Losiley Alves Pinheiro, conselheira-secretária do Conselho Federal de Psicologia (CFP), destacou que os Conselhos Federal e Regionais têm por obrigação legal orientar, disciplinar e fiscalizar a atuação de psicólogas e psicólogos. Assim, tanto o trabalho do CREPOP, materializado nas referências técnicas, quanto o próprio seminário, estão alicerçados na premissa legal da orientação profissional.

Neuza Guareschi, conselheira do CFP e coordenadora do Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP/CFP), pontuou que a instituição da Rede acontece em um momento singular, de retorno às atividades presenciais após atividades on line no contexto da pandemia da Covid-19. “Um espaço de realização de pesquisas sobre a prática profissional nas políticas públicas com vistas à produção das referências técnicas, voltadas a exercer uma das principais atribuições legais do CFP e dos CRPs: a orientação profissional”, enalteceu a conselheira.

Fortalecimento da Rede

Em julho deste ano, o Conselho Federal de Psicologia publicou a Resolução CFP nº 14/2022, que institucionaliza o Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP) como ferramenta permanente de gestão no Sistema Conselhos de Psicologia.

A normativa garante, na prática, a continuidade de funcionamento do CREPOP, setor responsável pela elaboração de referências técnicas para subsidiar a atuação de psicólogas e psicólogos no âmbito das políticas públicas. Tais referências apresentam orientações técnicas, éticas e políticas para o desenvolvimento de uma prática psicológica qualificada nas políticas públicas e nos demais espaços que tenham ações conjuntas na execução intersetorial na garantia de direitos.

De acordo com a resolução, a Rede CREPOP deverá balizar sua atuação nas deliberações do Congresso Nacional da Psicologia (CNP) e da Assembleia das Políticas, da Administração e das Finanças (APAF), tendo como premissa a participação coletiva, o diálogo e a construção colaborativa.

Somente nas duas últimas gestões do Conselho Federal de Psicologia foram publicadas um total de 20 referências técnicas, sendo 12 edições revisadas e oito produções inéditas. A mais recente, lançada em agosto, abordou a atuação da categoria junto aos povos indígenas.

Confira todas as publicações do CREPOP aqui.

Fonte:CFP

Redes Sociais

Ao continuar navegando, você concorda com as condições de Política de Privacidade. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de Privacidade.