Inscrições abertas: Crepop realiza seminário “Defesa e Resistência da Psicologia nas Políticas Públicas”

interno crepop.png

Criado com o objetivo de promover a qualificação da atuação profissional de psicólogas(os) que atuam nas políticas públicas, o Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop), do Conselho Federal de Psicologia (CFP), completa 15 anos em 2021. Em celebração à data, o CFP realiza nos dias 9 e 10 de dezembro o seminário “Crepop 15 anos: Defesa e Resistência da Psicologia nas Políticas Públicas”. A atividade será transmitida nas redes sociais do CFP. Para participar é necessário fazer inscrição.

Para a presidente do CFP, Ana Sandra Fernandes, nesses 15 anos houve um avanço significativo na atuação das psicólogas(os) nas políticas públicas no Brasil. “O Crepop trouxe ao longo desses anos importantes contribuições feitas com o auxílio da categoria, com olhar democrático e participativo, orientado pelo compromisso social da Psicologia, referenciando o exercício profissional nas mais diversas áreas”.

O Crepop produziu e entregou à categoria 23 Referências Técnicas, nesses 15 anos de existência. Durante o evento, serão lançadas mais três publicações: Referências Técnicas para atuação no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS/SUAS – Sistema Único de Assistência Social); Referências Técnicas para atuação nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS); e Referências Técnicas para atuação no âmbito das  Medidas Socioeducativas.

A conselheira do CFP responsável pelo Crepop, Neuza Guareschi, afirma que a inserção da Psicologia no campo das Políticas Públicas deu visibilidade a práticas menos conhecidas e novas perspectivas. “Possibilitou a participação não somente na execução e ações no campo das políticas públicas, mas, principalmente, na formulação de políticas que visam melhorar as condições de vida de diversas populações no país, abrindo novos canais de negociação com o Estado sobre as possibilidades de exercício profissional das psicólogas(os), de maneira que o Crepop está sempre apontando outros lugares possíveis para a atuação da Psicologia no Brasil”, avalia.

Além de um papel técnico, o Crepop tem um importante papel ético e político. Ético no que tange a qualificação profissional, orientando um fazer alinhado com a garantia de direitos e a transformação de vidas. Político por se tratar de um espaço que demarca as contribuições da Psicologia para o campo das políticas públicas, voltadas para a transformação social.

A programação do seminário conta com temas como “Pesquisa e prática profissional”; “Defesa e Resistência da Psicologia nas Políticas Públicas local de trabalho em todos”; “Atuação profissional e diversidade humana”.

As inscrições para o Seminário podem ser feitas até o dia 9 de dezembro. As(os) participantes receberão certificado de participação do evento.

 

Confira a programação do Seminário “Defesa e Resistência da Psicologia nas Políticas Públicas”.

 

Assista no Youtube : https://www.youtube.com/channel/UCNdXU6WYxjq82-sx8bp3cWg

 

 

Com  informações CFP

Redes Sociais

Ao continuar navegando, você concorda com as condições de Política de Privacidade. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de Privacidade.